domingo, 21 de dezembro de 2014

Lilás

Tudo é chuva.
Saudade desde quando você virou a esquina
.. virou minha vida.
algo estranho, novo, muito bom!
os dias tem um cheiro fresco agora, tem cor
vermelho, azul, verde água
o riso vem junto com a lembrança dos temperos, da toalha na cabeça, do susto
eu comprei flores secas e voltei a tecer filtros
pinto as unhas! Não que eu não fizesse isso antes, mas, acho que (me) gosto mais agora.. riso.
faço planos e pela primeira vez eu não estou sozinha no futuro imaginado
tudo muda tanto! Não mando nem desmando na vida apesar da coroa leonina, mas, te desenho nesse futuro
mudei alguns gostos e ideias
digo 'sim' com mais frequência e não saio correndo como antes.. antes! Devia ter te conhecido antes.
calma pra acalmar seus medos. Quantos são? Divide? Divido. A cama, o chinelo, a toalha e a escova de dente também!
meu coração é maior do que eu conhecia
cabe um girassol e uma panqueca que eu cortei com tesoura no café do meio dia
dia, 24 horas. O que acontece quando eu tô no teu colo?
Contato. Tato..
penso em Maria como um sonho bom, sonho de doce de leite e canela

'ela vai ter o seu pé de pão'


é assim: esse pé pra trás e depois volta, certo? Dois pra lá, dois pra cá.
'Seu coração.'O quê tem?' 'Tá disparado..'
chá? Hoje não.. Riso.
quero mais ouvir sua voz
quero mais te fazer rir
quero mais
Tudo é chuva
o vento faz a porta do meu quarto bater.. cadê você aqui?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores